educação

Minorias e educação no Brasil

A educação é um direito de todos, mas infelizmente a realidade é outra. No Brasil, as minorias e os desprivilegiados são os que mais sofrem com o sistema educacional precário. Segundo o IBGE, em 2016, apenas 60% da população brasileira tinha acesso à educação básica completa. Desse total, 72,5% eram brancos e 53,7% não brancos.

Vamos verificar um pouco desse cenário tão triste?

Educação no Brasil

A educação é fundamental para o desenvolvimento de um país, porém, o Brasil ainda tem muito a evoluir. Em 2017, o Ministério da Educação (MEC) divulgou que 71,8% das escolas públicas do Brasil não atendiam às normas mínimas de educação.

Isso significa que, apesar de a educação ser obrigatória para todos os brasileiros entre 4 e 17 anos, mais da metade das escolas do país não oferecem um ensino de qualidade.

Para se ter uma ideia, o MEC considera que uma escola atende às normas mínimas de educação se ela tem, pelo menos:

– acesso à internet;

– salas de aula climatizadas;

– biblioteca;

– laboratório de informática;

– educação física e artística.

Apesar disso, o MEC também divulgou que, no ano passado, apenas 2,4% das escolas públicas do Brasil atendiam a todas as normas.

Desigualdade educacional

A educação é um dos principais fatores para o combate à desigualdade social, mas, no Brasil, a educação ainda é muito desigual.

Segundo o IBGE, em 2016, entre as pessoas com até 17 anos, 53,7% dos não brancos e 72,5% dos brancos já haviam completado a educação básica.

Isso significa que a educação ainda é muito desigual no Brasil. Enquanto a maioria dos brancos já completou o ensino básico, a maioria dos não brancos ainda não conseguiu essa conquista.

A educação é um dos principais fatores para o combate à desigualdade social, mas, no Brasil, a educação ainda é muito desigual.

Segundo o IBGE, em 2016, entre as pessoas com até 17 anos, 53,7% dos não brancos e 72,5% dos brancos já haviam completado a educação básica.

Isso significa que a educação ainda é muito desigual no Brasil. Enquanto a maioria dos brancos já completou o ensino básico, a maioria dos não brancos ainda não conseguiu essa conquista.

Negros e educação

A educação é um direito de todos, mas infelizmente a realidade é outra. No Brasil, as minorias e os desprivilegiados são os que mais sofrem com o sistema educacional precário. Segundo o IBGE, em 2016, apenas 60% da população brasileira tinha acesso à educação básica completa. Desse total, 72,5% eram brancos e 53,7% não brancos.

A educação é um dos principais fatores para o combate à desigualdade social, mas, no Brasil, a educação ainda é muito desigual.

Segundo o IBGE, em 2016, entre as pessoas com até 17 anos, 53,7% dos não brancos e 72,5% dos brancos já haviam completado a educação básica.

Isso significa que a educação ainda é muito desigual no Brasil. Enquanto a maioria dos brancos já completou o ensino básico, a maioria dos não brancos ainda não conseguiu essa conquista.

Pobres e educação

A educação é um direito de todos, mas infelizmente a realidade é outra. No Brasil, as minorias e os desprivilegiados são os que mais sofrem com o sistema educacional precário. Segundo o IBGE, em 2016, apenas 60% da população brasileira tinha acesso à educação básica completa. Desse total, 72,5% eram brancos e 53,7% não brancos.

A educação é um dos principais fatores para o combate à desigualdade social, mas, no Brasil, a educação ainda é muito desigual.

Segundo o IBGE, em 2016, entre as pessoas com até 17 anos, 53,7% dos não brancos e 72,5% dos brancos já haviam completado a educação básica.

Isso significa que a educação ainda é muito desigual no Brasil. Enquanto a maioria dos brancos já completou o ensino básico, a maioria dos não brancos ainda não conseguiu essa conquista.

A educação é um direito de todos, mas infelizmente a realidade é outra. No Brasil, as minorias e os desprivilegiados são os que mais sofrem com o sistema educacional precário. Segundo o IBGE, em 2016, apenas 60% da população brasileira tinha acesso à educação básica completa.

Acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro de todas as noticias!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.