esp32

E se disser que dá para melhorar? Conheça o esp32, a versão aprimorada do esp8266

O esp32 é, de fato, uma versão atual e robusta quando comparamos com o modelo mais antigo que é o esp8266, feito pela Espressif. Graças a empresa, podemos trabalhar em projetos completos, sem ter a necessidade de adquirir novos equipamentos.

O que é o esp32?

O esp32 é bem similar ao Arduíno, já que é uma placa feita especificamente para trabalharmos com o desenvolvimento. Neste caso, ela é completa e fornece a você os conteúdos de que precisa para colocar os seus projetos em prática com maior facilidade, e menos burocracias. 

O esp8266 é mais uma placa criada pela empresa Espressif, e durante meados de 2014 os programadores fizeram com que este modelo ficasse extremamente famoso. Isto aconteceu por conta de sua conexão rápida e prática com o Wi-Fi, já que até então não era possível encontrar microcontroladores robustos.

Quais as vantagens de usar o esp32?

Há muitas vantagens de usar o esp32 ao invés do esp8266, dentre elas o fato de haver um consumo de energia inferior quando comparado com o anterior. Inclusive, a sua conexão com Wi-Fi é superior, e fornece ao programador praticidade no processo de trabalhar com o Arduíno.

Inclusive, o seu maior diferencial é por conter um processamento robusto, com memória RAM que auxiliará você na execução de diferentes softwares e contém o Bluetooth, que trará praticidades em seu trabalho.

Existe alguma desvantagem?

Na verdade, quando falamos a respeito do esp32, não existem desvantagens que tornem o seu trabalho complicado ou problemático. Por se tratar de um microcontrolador completo, você terá a facilidade de que precisa para desempenhar melhor seus protótipos, sem a necessidade de adquirir produtos separadamente.

Quais as diferenças do esp32 para o esp8266?

As principais diferenças do esp32 e esp8266, estão com relação ao MCU que do primeiro microcontrolador é completo e possui o Xtensa Dual-Core 32-bit LX6 de 600 DMIPS. No caso do último, o seu componente é o Xtensa Single-Core 32-bit L106, o que é ultrapassado a quem busca sempre pelo novo. 

Além disso, o esp8266 não tem o Bluetooth, enquanto o esp32 tem o 4.2 de baixa energia. Inclusive, outro problema interligado a esta questão é a sua frequência, que enquanto no modelo 8266 chega a 80 MHz, com o 32 atinge 160 MHz. 

Outro problema do modelo esp8266 é por não conter o conversor digital analógico, CAN, interface ethernet, sensor para toques, sensor de temperatura e Hall.

Como é feita a programação do esp32?

Para fazer a programação com esp32 ao invés do esp8266, é necessário realizar a conexão do microcontrolador com seu PC, por intermédio de um cabo micro USB. É necessário, inclusive, que o LED avermelhado esteja aceso para que você saiba se está em funcionamento. 

É preciso acessar o IDE Arduíno, abrir em ferramentas e depois placas, para selecionar o microcontrolador esp32DEV. Na sequência, é necessário fazer a abertura de seu gerenciador de dispositivos, a fim de checar em qual porta a sua placa se conectou. 

Posteriormente, retorne ao IDE e prossiga em porta e escolha aquela em que o esp32 está ligado. É necessário você verificar se o seu LED pisca a cada 1s. Isto possibilitará que você inicie a sua programação.

Como é realizada a instalação do esp32?

Antes de fazer a instalação do esp32, é importante ter instalado em seu PC o IDE Arduíno, e na sequência, após ter aberto o software, prosseguir em preferências. Ponha na aba de URLs o link que disponibilizamos, e feche o aplicativo para o abrir novamente.

Após fazer a abertura do software, você clicará em Ferramentas, Placas e por último em Gerenciador de Placas. Quando abrir a caixa de pesquisa, insira esp32 e instale a versão recente para finalizar o processo. 

Como é feita a programação em lua do esp32?

Para programar em Lua com o esp32, é necessário acessar o ChiliPeppr, procurar por eps32 NodeMCU Worskpace e ter em seu computador o Python pelo menos em versão 2.7x ou 3.7x, caso contrário será viável instalar. 

Após ter feito este processo, é possível iniciar os testes ao fazer com que os LEDs pisquem, até mesmo realizar o envio de seus dados para a nuvem. Há diferentes possibilidades que podem ser experimentadas, o que não seria totalmente possível por conta do esp8266 já estar batido.

Quais os códigos usados?

Um dos principais comandos para utilizar o esp32 em Lua, é este: esptool.py –port COM6 write_flash 0x1000 bootloader.bin 0x10000 NodeMCU-esp32- adc -bit- bluetooth -can- dht -i2c- ledc -u8g2-ws2812.bin 0x8000 partitions_singleapp.bin. Basta fazer a cópia e colocar o código para rodar.

Gostou? Acompanhe nosso blog e fique sempre por dentro das melhores informações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.