Tabela Chinesa – O que é? Para Que Serve? Como Funciona?

Seu filho será menino ou menina? Essa é uma das maiores dúvidas de um casal em relação ao bebê concebido. O sexo da criança também costuma sempre ser a primeira pergunta que as pessoas fazem ao ver uma mulher grávida. Um dos métodos que as pessoas mais recorrem para responder à essa pergunta é a tabela chinesa. Ela pode auxiliar a tirar dúvidas em relação ao gênero da criança que está por vir, apesar de não ser um método científico, pode ser legal consultá-la.

A tabela serve para descobrir o sexo do bebê enquanto ele ainda está no ventre. Apesar de ser um método popular, que envolve apenas superstição, há quem acredite fielmente nele. As pessoas usam a tabela tanto para saber quando deve ser feito o momento da fecundação (de acordo com as preferências de se ter um menino ou menina), quanto para descobrir o sexo quando a mulher já está grávida.

O método baseia-se na idade lunar da mulher, ou seja, a idade que ela tem no mês da fecundação. Também deve-se prestar atenção no mês em que ocorreu a concepção do espermatozoide no óvulo. Ao longo do texto vamos explicar mais sobre o método e como fazê-lo em detalhes.

A Tabela Chinesa Funciona Mesmo?

A tabela é uma alternativa na qual não é necessário exames de sangue. Há quem acredite fielmente nela, porém baseia-se em crença e superstição, não tendo comprovação científica alguma. Quando funcionar, pode passar apenas de mera coincidência. Foi desenvolvida na China, criado a partir do calendário lunar usado na região.

Pode ser indicada para casais em que a mulher já está grávida ou para aqueles que pretendem engravidar e querem escolher o sexo do seu futuro bebê. Apologistas da técnica falam que o grau de exatidão da tabela chinesa é de 90% e em 10% dos casos pode dar errado.

Na época de sua criação foi muito usada por Imperadores, para garantir a sucessão de sua linhagem real com o nascimento de filhos homens. Porém, existe pelo menos 3 variações de como surgiu a tabela. Abaixo deixamos para vocês a imagem da tabela Chinesa Oficial, aquela publicada pelo Ministério dos Fazendeiros Chineses. Veja:

História da Tabela Chinesa – Como Surgiu?

Como dito acima, existem pelo menos 3 variações na história de como a Tabela Chinesa surgiu. Vamos dar uma passada sobre elas e contar rapidamente cada uma delas. Veja:

  • Tabela Chinesa na Dinastia Qing. É a versão mais detalhada da sua origem que se faz referência, acredita-se que ela surgiu no ano de 1644 e acabou desaparecendo por volta de 1912 no Palácio de Verão do Imperador Guangxu. Ao fim da Guerra com a Aliança das Oito Nações ela foi entregue à Inglaterra, que a guarda escondida como tesouro. Ela desapareceu, e em 1972 ela misteriosamente apareceu na Áustria e um historiador chinês copiou todos seus dados, publicando no jornal Taiwan. Desde então o Almanaque dos Fazendeiros Chineses o publica todo ano e a tabela está presente inclusive em salas de parto dos hospitais.
  • A tabela foi encontrada próxima à Pequim. O aparecimento ocorreu durante um tumulto na família real da Dinastia Qing. Ela então teria pelo menos 700 anos a mais do que o contado na história anterior.
  • Tabela encontrada na Cidade Subterrânea Proibida na Dinastia Qing. O gráfico foi formado a partir a teoria bastante conhecida do Ying Yans e dos 5 elementos (água, fogo, terra, madeira e metal), bem como do Pa Kua.

Apesar das diferenças, todas elas se baseiam na idade da mãe o o mês da concepção. São todas feitas a partir do calendário lunar. A diferença ente o calendário chinês e o ocidental é que o nosso leva em consideração apenas o sol. Por isso é necessário algumas adaptações para descobrir ao certo o sexo do bebê.

Como Ver o Sexo do Bebê

Na imagem ta tabela lá em cima, você vai ver na coluna a idade da mãe. Mas para isso é necessário fazer o acréscimo de um ano para mulheres que tenham nascido em qualquer mês do ano, além de janeiro ou fevereiro. O calendário chinês não possui uma data fixa para o ano novo, que ocorre sempre entre os dois primeiros meses do ano. A crença da região diz que o bebê já nasce com um ano, e completa dois anos no ano novo. Por isso deve ser feito esse acréscimo apenas para as outras mamães, nascidas entre março e dezembro.

Agora é só verificar também o mês da concepção de acordo com a linha que mostra os meses, e descobrir se o bebê vai ser menino ou menina. É pouco improvável por exemplo, que mulheres de 18 anos só possam ter filhas mulheres no mês de janeiro ou março, por isso o método é pouco confiável. Mas pode ser uma brincadeira gostosa a ser feita entre casais, até sair exames conclusivos sobre o futuro filho deles.

 


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply