Redação ENEM – 5 Coisas que não podem faltar para tirar 1000 na redação

A redação do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) é a grande sacada para conseguir passar nas melhores universidades e programas sociais como o Prouni. A dúvida de todo vestibulando é que estrutura seguir e o que fazer para não fugir das competências básicas e gabaritar não somente a prova, como esta fase da vida.

O seu bom resultado depende da forma como você seguir os critérios de avaliação do ENEM.

redação enem

1 – Faça a redação antes de tudo

As piores notas de redação do ENEM são aquelas que tem fuga do tema ou que não respondem exatamente o que a questão quis dizer.  Como o peso da redação na nota da prova é muito grande você deve primeiramente se dedicar à ela. Assim está mais descansado e poderá ter o máximo de atenção no que está escrevendo.

Leia todo o texto de apoio  e releia o enunciado pelo menos 3 vezes, se necessário, sublinhando palavras chaves.

2 – Elabore o seu projeto, estruture o texto

Antes de iniciar  a escrita  crie a sua tese. Todo o texto deverá ser escrito para sustentá-la.  O ideal é que a sua tese esteja presente na introdução para que, depois da argumentação, você consiga confirmá-la na conclusão.

Antes de iniciar a produção de texto você deve antes organizar as suas ideias. Anote isso em forma de tópicos em algum espaço em branco da prova.  Depois pense como estruturar esses pensamentos de forma que se enquadrem no padrão de texto dissertativo – argumentativo exigido na prova.

Escrever sem ter um pensamento é muito perigoso, pois as chances de cometer redundâncias  ou de fugir do tema em alguma parte do texto é muito grande.

exemplo de texto enem

3 – Estude muito atualidades

Se você quer gabaritar no ENEM o seu argumento não precisa ser incrível, mas se você provar que compreende o assunto e consegue desenvolver seus pensamentos.   Conhecer estudos, estratégias e ler muito sobre atualidades é fundamental para estruturar argumentos mais sólidos e convincentes.

Se você tem dúvidas do que fazer para  acompanhar assuntos da atualidade o primeiro passo é escolher ao menos dois jornais para ler diariamente ou ao menos semanalmente. Um deles deve ser do Brasil, como o Estadão ou Folha de São Paulo. Outro, internacional, como o New York Times.

Outro mecanismo indispensável é o acompanhamento de vídeos do Youtube de professores que explicam o que está acontecendo. Isso será importante para você descobrir quais são as probabilidades de temas que podem cair no ENEM e se manter mais preparado quando a prova chegar.

No entanto, somente saber quais são os temas que tem mais chance de cair ainda é pouco. Estude sobre esses temas, leia artigos de opinião e assista a documentários relacionados. Eles lhe darão uma bagagem de informação muito rica que ajudará muito na hora de escrever.

4 – Faça a sua própria correção do texto seguindo as regras do ENEM

Assim que terminar o seu rascunho você deve conferir aspectos determinantes para a sua meta. Por isso, tenha as competências da correção da prova em sua cabeça. São elas:

I – Demonstrar domínio da norma culta da lingua escrita

Neste aspecto confirme se todas as palavras estão escritas corretamente, se precisa de mais pontuação.  Se estiver na dúvida sobre como escreve uma palavra escolha um sinônimo que não traga perda de sentido para o texto.

II – Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos da várias áreas do conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto  dissertativo-argumentativo

Utilize suas informações e bagagem de conhecimento de uma forma que faça sentido.  Se estiver na dúvida, mude a estrutura. Não torne um texto de opinião.

II – Selecionar, relacionar e organizar informações, opiniões e argumentos na defesa de um ponto de vista

A estrutura do seu texto deverá seguir os padrões estipulados pela prova de ENEM Você deve começar com a Introdução apresentando o tema e mostrar a sua linha de raciocínio. Não faça rodeios e nem redundância.

Depois, vem o período do desenvolvimento onde a argumentação estará presente. Utilize sua bagagem de conhecimento para convencer o leitor do seu ponto de vista. Reserve um parágrafo para cada argumento, isso ajudará na estrutura.

No final, reserve um parágrafo para a conclusão. Nela você deve concluir suas ideias, dando uma solução para o problema a partir dos pontos já levantados durante a sua redação.

IV- Demonstrar conhecimentos dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação

Neste momento se você já não tiver conhecimento o suficiente para escrever uma boa argumentação se apegue no texto base e busque mais informações ao longo da prova que possam te ajudar a sustentar um ponto de vista condizente.

A sua ideia não precisa ser magnífica, desde que você saiba defendê-la.

V – Elabborar proposta de solução para o problema abordado, mostrando respeito aos valores humanos e considerando a diversidade sociocultural

Utilize seu bom senso na hora de propor uma solução para o problema – que deve constar no último parágrafo do texto. Com ele você deverá estar de acordo com a democracia e não estabelecer propostas que firam direitos, agridam minorias ou sejam preconceituosas.

5 – Escreva muito

Antes de ir para a prova você precisa escrever várias dissertações. Assim você já vai com ideias estruturais e modelos muito mais prontos, sem precisar se desgastar tanto com a redação. Afinal, utilizar muito tempo na redação logo de inicio poderá gerar insegurança ao ter de terminar toda a prova.

Não se esqueça de pedir para professores ou pessoas qualificadas para corrigir seus textos, isso o ajudará a identificar erros e evitar que os mesmos sejam cometidos no momento da redação.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply