Lula 2018 – Candidato à Presidente

A corrida pelo cargo de presidente do Brasil já começou, mesmo faltando mais de um ano para as eleições. Entre os possíveis candidatos, Lula é o preferido e tem despontado nas pesquisas eleitorais. É provável que ele concorra ao lado de figuras como Jair Bolsonaro, Ciro Gomes e João Dória.

Apesar da expectativa, ainda é possível que esse quadro de candidatos mude ao longo dos meses, pois ainda falta um ano para oficializar a candidatura. Embora seja o candidato preferido, Lula ainda enfrenta adversidades para pode se candidatar ao cargo. Neste artigo, você vai conferir tudo sobre o possível candidato a presidência do Brasil, Luís Inácio Lula da Silva.

Quem é Lula?

Luiz Inácio Lula da Silva nasceu em Caetés em 27 de outubro de 1945.  Popularmente conhecido com Lula, é um político brasileiro filiado ao Partido dos Trabalhadores. Sua história é composta por sua vivência como sindicalista e metalúrgico. Devido ao seu passado de lutas que ele travou em prol de melhorar as condições de trabalho dos metalúrgicos, foi conquistando o carinho e respeito até chegar a presidência do Brasil.

Sua vitória só foi possível em função do seu trabalho realizado junto aos sindicalistas, assim, os trabalhadores conheceram suas propostas que objetivavam melhorar a qualidade de vida do proletariado e as condições de trabalho.

Iniciou sua carreira política no estado de São Paulo e foi o único presidente pernambucano a ocupar o cargo. Durante o período deseu mandato criou diversos projetos visando a melhora das condições de vida da população carente brasileira, o que fez com que o país saísse do mapa da fome.

Lula tem mais eleitores na região nordeste que nas outras, principalmente porque a maioria das pessoas em estado de pobreza e extrema pobreza são dessa localidade, assim suas propostas beneficiaram principalmente essa população.

Quais os principais projetos que Lula criou em seu mandato?

Durante seu mandato Lula proporcionou para os brasileiros os seguintes benefícios:

  • Bolsa Família: é um programa que auxilia, através de uma renda mensal, famílias consideradas de pobreza e extrema pobreza fornecendo o acesso a alimentação, educação e saúde.
  • Fome Zero: criado especificamente para o combate a fome que era um dos principais problemas da população brasileira. No total, quando o governo foi criado, de acordo com registros eram mais de 44 milhões de pessoas passando fome em todo o país.
  • Luz para Todos: foi criado nos primeiros anos de mandato, para garantir que mais de 10 milhões de brasileiros que residiam em zonas rurais pudessem ter em suas casas energia elétrica.
  • ProUni: conhecido com universidade para todos, este projeto foi desenvolvido com o intuito de auxiliar estudantes de baixa renda a se formar no ensino superior através de bolsas de estudo gratuitas em universidades particulares.
  • Brasil Alfabetizado e Educação de Jovens e Adultos: um programa focado no combate ao analfabetismo no Brasil.

Lula ainda não falou sobre novas propostas de governo, porém é provável que se ganhar ele dará continuidade aos projetos já existentes com o objetivo de ampliá-los, assim como fez Dilma Roussef.

Lula vai se Candidatar a Presidência do Brasil?

O ex-presidente ainda não falou sobre a possibilidade de se candidatar a presidência em 2018, devido aos processos que esta respondendo no momento. Pela lei da ficha limpa, políticos que foram condenados não podem se candidatar, porém o ex-presidente está recorrendo da decisão.

Lula foi condenado por corrupção e lavagem de dinheiro. Porém,mesmo com a condenação ainda possui uma grande legião de eleitores que continuam leais e confiantes nele.

O que deve acontecer para Lula se candidatar a presidência?

Caso seja condenado após o julgamento da segunda instância, Lula será barrado e não poderá se candidatar a presidência. Para que isso não aconteça é necessário que a defesa do político consiga impedir através de leis e recursos judiciais.

De acordo com a professora de direito do Instituto de Direito Público de São Paulo, Karina Kufa, é importante entender que não basta apenas a decisão de um juiz para tornar um candidato inapto para concorrer a um cargo político. Quando ocorre a condenação pelo tribunal, é necessário que a sentença seja concretizada até o momento em que o candidato for realizar sua candidatura para que assim ele possa se tornar inapto.


Ajude a melhor ainda mais o site, avalie:

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (No Ratings Yet)
Loading...

Leave a Reply